Sou weird a vestir, dizem os meus pais

Sou weird a vestir, dizem os meus pais

Sou weird a vestir, dizem os meus pais 640 360 Ana Monção

Sou weird a vestir, dizem os meus pais

Os teus pais acham esquisita a forma como te vestes?

Compram-te imensa roupa (que eles escolhem) para ver se andas mais arranjadinha(o)?

Têm AQUELE olhar quando entras na sala que te faz sentir culpado(a) e como um peixe fora da água?

Primeiro vê este video, activando as legendas. Depois prossegue na leitura:

A primeira coisa que te quero dizer é que seres criticado pelos teus pais pela maneira como vestes, não é novo. Todas as gerações jovens – inclusive a dos teus pais- já passaram por isso (só que provavelmente já não se lembram; e agora são pais, já não são filhos adolescentes e sentem a responsabilidade de educar).

No filme Grease (Brilhantina) de 1978 -que é provavelmente da geração dos teus pais – o John Travolta (o bad boy Danny) vestia casaco de cabedal e cabelo com poupa tipo Elvis Presley, e a Sandy (Olivia Newton John), calças apertadas e t-shirts justas o que era considerado masculino para as meninas da altura. A reacção dos pais nos anos 80 a esta forma de vestir não foi muito diferente da dos teus pais quando surgiu o punk ou o gótico.

Em conclusão, os pais e os filhos reagem de forma muito semelhante de geração em geração.

Como reagem os adolescentes quando os pais comentam negativamente as suas roupas:

– Detesto que se metam nisso, já não sou nenhuma criança.

– Fico irritada(o).

– Acho que eles não me compreendem, nem me aceitam como eu sou.

– Sinto que se estão a meter na minha vida.

– Acho que não percebem nada de moda, estão mesmo ultrapassados.

E quais são as razões que apresentam para se vestirem do modo como se vestem?

– Eu visto-me assim para afirmar a minha independência.

– Não gosto de parecer aborrecida(o) ou básica(o).

– Gosto de estar na moda e ser diferente.

– É uma forma de expressar a minha personalidade.

– Se penso diferente porque não hei-de vestir-me diferente?

– Quero ao mesmo tempo ser como toda a gente, os meus amigos e isso, e ser diferente.

– É normal vestir-me como uma adolescente. Se os meus pais se vestissem como eu, é que achava esquisito.

Ou seja, estás a expressar a tua individualidade, a tua independência em relação às gerações mais velhas e até, muitas vezes, a desafiá-las. Ao mesmo tempo, estás a mostrar que fazes parte do teu grupo – os teus colegas e amigos que como tu são adolescentes, gostam da Beyoncé, do David Bowie, da Rihanna, dos looks deles.

Pertencer ao teu grupo e afirmar a tua individualidade, a tua diferença como pessoa, são as 2 principais razões por que escolhes vestir diferente.

Até aqui tudo bem.

QUANDO TE DEVES COMEÇAR A PREOCUPAR CONTIGO?

  • quando sentes que detestas o teu corpo
  • quando tens a sensação que és feio(a) e, por seres feio(a), ninguém vai gostar de ti
  • quando, por mais que faças, te sentes sempre mal na tua pele e até às vezes gostavas de ser invisível
  • quando estes sentimentos começam a afectar as tuas relações amorosas ou sociais, a inibir-te, a fazer-te sentir deslocada(o) o tempo todo

Nesse caso talvez precises de ajuda para melhorar a tua AUTOESTIMA, ou seja, a tua capacidade de conseguires ou não (e porquê) gostar de ti próprio.

Mas este é um assunto longo e falaremos dele uma próxima vez.

Até lá deixo-te um BÓNUS de VIDEOS no próximo post. Até breve!

%d bloggers like this: