Mudança Terapêutica – uma introdução

Mudança Terapêutica – uma introdução

Mudança Terapêutica – uma introdução 1626 1215 Ana Monção

Mudança Terapêutica

uma introdução

Rogers (1959 e [1961b] 1994) descreveu o processo de mudança durante a terapia distinguindo-lhe vários estádios através dos quais o cliente se movimenta de uma posição de experienciação (experiencing) remota para uma aceitação da experiência.

Rogers rejeitou a possibilidade de descrever esse processo nos termos em que o fizeram as teorias da aprendizagem, as teorias da comunicação (conceitos de feedback, sinais de output e input) ou uma teoria geral dos sistemas.

Segundo ele:

“… what is needed first is to steep oneself in the events, to approach the phenomena with a few preconceptions as possible, to take a naturalistic’s observational, descriptive approach to these events, and to draw forth those low-level inferences which seem most native to the material itself” (1958: 142)

De acordo com esta convicção, Rogers fez de si uso enquanto instrumento ouvindo durante horas e o mais ingenuamente possível o registo das suas sessões de terapia, tentando capturar elementos que pudessem ser sinalizadores de mudança, e formulando posteriormente hipóteses.

Esta observação naturalista permitiu-lhe chegar à conclusão que o processo terapêutico engloba várias linhas de força — vivência dos sentimentos, modo de experienciar, comunicação do eu, construções pessoais, relações interpessoais, relação do indivíduo com os seus problemas, passagem da incongruência à congruência– a princípio separadas, mas que se tornam cada vez mais uma unidade à medida que o processo se desenrola:

“… o processo parte de um ponto de fixidez onde todos os elementos e linhas de força atrás descritos são facilmente discerníveis e compreensíveis isoladamente, até ao ponto culminante da terapia em que todas essas linhas de força convergem de modo a formar um todo homogéneo” (1961: 139)

(in Ana Monção, Tese de Doutoramento, Universidade Nova de Lisboa, 2001)

Deixar uma resposta

%d bloggers like this: