Assumir a responsabilidade da terapia

Assumir a responsabilidade da terapia

Assumir a responsabilidade da terapia 512 408 Ana Monção

(acima: Abstract de Zao Hu Kwi)

“Enquanto os pacientes continuarem a acreditar que os seus maiores problemas são o resultado de algo fora do seu controle – acções de outras pessoas, nervosismo, injustiça das classes sociais, genes – nós, terapeutas, estaremos limitados naquilo que podemos oferecer. Podemos compadecer-nos, sugerir outros métodos de adaptação para reagir às agressões e às injustiças da vida (…), ensinar-hes a ser eficientes em alterar o seu meio ambiente.

Mas se tivermos esperança de uma mudança terapêutica mais significativa, deveremos incentivar os nossos pacientes a assumirem responsabilidade – isto é, a aprenderem como eles próprios contribuem para o seu próprio sofrimento” (Yalom, Os desafios da terapia)

%d bloggers like this: